Rádio Corporativa

Texto da Lara Moretti

Como uma forma de melhorar a interação com o seu público interno, as empresas buscam, cada vez mais, inovação em seus veículos de comunicação. Pensando nisso, algumas empresas utilizam como veículo comunicacional as rádios internas (ou rádios corporativas), que possuem o som devidamente projetado de forma que se adeque ao ambiente interno da empresa, onde é reforçada a sua marca, vinhetas específicas e programação totalmente voltada para o público alvo.  No ano de 2011, foi realizada uma pesquisa pela ABERJE (Associação Brasileira de Comunicação Empresarial) que mostrou que o veículo está em 3% das 164 maiores empresas do país. 

Com informações úteis referentes a assuntos gerais, as rádios podem ainda repassar questões focadas em assuntos específicos como prevenção de acidentes, saúde, dúvidas e curiosidades, por exemplo, e também funcionam como forma de entretenimento dos funcionários durante o período de trabalho sintonizando músicas.  A ferramenta pode ser utilizada via internet ou em um ambiente onde haja circulação de pessoas que não possuam acesso a computadores, sendo assim, cada empresa consegue adaptar o veículo de forma que atenda e atinja seu público de forma geral.  

A rádio corporativa é de fácil veiculação e pode auxiliar a aproximação de seus funcionários com a empresa, uma vez que a programação pode ser sugerida por eles mesmos, resultando assim em melhora de autoestima da equipe, sentimento de valorização, etc. De acordo com Tavares (2009, p. 270) “Dependendo da empresa e das estruturas dos departamentos, a rádio interna é um excelente canal de comunicação. Além de entreter, passa informações relevantes para os funcionários de maneira rápida.”

Temos como exemplo de utilização da Rádio Corporativa a Viapar – Rodovias Integradas do Paraná, empresa que entendeu a importância desse veículo e o integrou em seu planejamento de Comunicação Institucional.

A Viapar tinha como maior desafio a criação de um canal de comunicação eficiente que atendesse todos os seus funcionários (ficam nas praças de pedágio e nas bases operacionais em turnos de 6 horas, numa operação de 24 horas por 7 dias). 

Foram investidos R$ 17 mil reais em hardware e software. Com transmissão via fibra óptica para todas as suas localidades, o estúdio da rádio foi instalado na própria sede. Com funcionamento de 24 horas, foi possível diminuir distâncias e promover agilidade na transmissão da informação. A programação conta com sessões de “Fale com a Diretoria” – onde os funcionários enviam perguntas para serem respondidas pelos executivos da empresa; “Política da Empresa” – onde são divulgadas orientações importantes; pedidos de músicas, resumos de novelas e etc. Os funcionários, ainda, podem gravar vinheta e mandar recados. A rádio tornou-se um canal de comunicação direta da diretoria com os funcionários. 

O projeto da Rádio corporativa da Viapar tornou-se uma referência, virando notícias em revistas famosas (Você SA e Exame) e alguns noticiários televisivos (Rederecord), e foi ainda premiado pela ABERJE 

Referências:

http://comunicacaonasempresas.wordpress.com/page/2/

http://aquintaonda.blogspot.com.br/2009/03/quinta-onda.html

http://expressaorp.wordpress.com/2011/06/29/radio-corporativa-a-voz-dentro-das-organizacoes-2/

Comments

comments

Artigos relacionados

Tem algo a dizer? Fique a vontade!

 
Seguir

Receba os posts em seu email.

Cadastre seu email